Primož Roglič vence o contra relógio e assume a liderança geral no Giro d’Italia 2019

O esloveno terminou 19 segundos à frente de Simon Yates

Primož Roglič (Jumbo-Visma) venceu a primeira etapa do Giro d’Italia de 2019 para assumir a liderança geral.

O esloveno cravou o tempo de 12’54” no percurso de 8,2 km, com Simon Yates terminando em segundo, 19 segundos abaixo.

A curta subida de 2 km no final do percurso permitiu a Roglič tirar alguns segundos valiosos de alguns de seus rivais, incluindo Yates.

Nibali mandou bem para terminar em terceiro, 23 segundos atrás de Roglič, com Tom Dumoulin (Sunweb) e Miguel Ángel López (Astana) com 28 segundos, para completar os cinco primeiros.

Tao Geoghegan Hart (Team Ineos) continuou a sua forma impressionante no Tour of Alps para garantir um sétimo lugar com apenas 35 segundos de desvantagem para Roglič.

O ciclista da Jumbo-Visma, de 29 anos, vestirá la maglia rosa pela primeira vez na segunda etapa, um percurso relativamente plano, o que significa que deve ser um dia para os velocistas.

A etapa de abertura do Giro d’Italia foi um contra relógio individual de 8,2 km de Bologna para Madonna di San Luca, com seis quilômetros de pista plana antes de uma subida de dois quilômetros até o final.

Muitos dos ciclistas que devem competir na classificação geral optaram por usar um dos primeiros tempos da equipe e largar mais cedo, após a ameaça de chuva esperada para o final do dia.

Tom Dumoulin foi o primeiro a descer a rampa inicial, com o vice campeão do ano passado estabelecendo um ótimo tempo de 13’22”, que seria igualado por Miguel Ángel López quatro minutos depois, com o colombiano derrotando o holandês por milésimos de segundo.

O novo dono do Recorde de Horas da UCI, Victor Campenaerts (Lotto-Soudal) não conseguiu desafiar para a etapa, o San Luca subiu demais para o belga, terminando 53 segundos atrás.

Vincenzo Nibali foi o próximo, cinco segundos mais rápido do que Dumoulin e López para levar a virtual maglia rosa, no que foi um impressionante contra relógio para o bicampeão Giro.

O tempo do italiano no banco de líder foi curto, quando Primož Roglič cruzou a linha de chegada, com uma vantagem de 23 segundos sobre o tempo de Nibali.

Depois de Mikel Landa (Movistar) ter terminado a decepcionantes 1’07” de Roglič, a maioria dos competidores já haviam completado o percurso, com Tao Geoghegan Hart pedalando muito bem para terminar a apenas 35 segundos do esloveno e praticamente se garantindo entre os dez primeiros da etapa.

Seria então uma longa espera de mais de 150 ciclistas até o próximo homem com a esperança de superar o tempo de Roglič. O campeão da Vuelta a España, Simon Yates, se saiu muito bem, mas conseguiu apenas reduzir o défice de 19 segundos, terminando em segundo no dia, levando Nibali ao terceiro com quatro segundos.

A segunda etapa é de 205 km e deve ser um dia para o para os grandes velocistas. Depois de uma longa subida perto do início, duas subidas categorizadas aparecem antes de um final plano.

 

Resultados

1ª etapa do Giro d’Italia 2019: Bologna para Madonna di San Luca (ITT, 8.2km)

  1. Primož Roglič (Slo) Jumbo-Visma, in 12-54
  2. Simon Yates (GBr) Mitchelton-Scott, at 19 seconds
  3. Vincenzo Nibali (Ita) Bahrain-Merida, at 23s
  4. Miguel Ángel López (Col) Astana, at 28s
  5. Tom Dumoulin (Ned) Sunweb, at same time
  6. Rafał Majka (Pol) Bora-Hansgrohe, at 33s
  7. Tao Geoghegan Hart (GBr) Team Ineos, at 35s
  8. Laurens De Plus (Bel) Jumbo-Visma, at 35s
  9. Bauke Mollema (Ned) Trek-Segafredo, at 39s
  10. Damiano Caruso (Ita) Bahrain-Merida, at 40s

 

Classificação geral após a 1ª etapa

  1. Primož Roglič (Slo) Jumbo-Visma, in 12-54
  2. Simon Yates (GBr) Mitchelton-Scott, at 19 seconds
  3. Vincenzo Nibali (Ita) Bahrain-Merida, at 23s
  4. Miguel Ángel López (Col) Astana, at 28s
  5. Tom Dumoulin (Ned) Sunweb, at same time
  6. Rafał Majka (Pol) Bora-Hansgrohe, at 33s
  7. Tao Geoghegan Hart (GBr) Team Ineos, at 35s
  8. Laurens De Plus (Bel) Jumbo-Visma, at same time
  9. Bauke Mollema (Ned) Trek-Segafredo, at 39s
  10. Damiano Caruso (Ita) Bahrain-Merida, at 40s

Acesse: www.likebikes.com.br

Chris Anderson

R&D da LIKE bikes, ciclista e mecânico de bicicletas.